Manitowoc Cranes

01AberturaCom uma presença reforçada na bauma 2013, grupo industrial do sector da elevação formou recentemente uma joint venture com a Shantui para o mercado chinês.

Organização industrial, comercial e financeira que agrupa as marcas Manitowoc, Grove e Potain estará em Munique com uma selecção diversificada das suas gamas actuais, aproveitando a ocasião do evento trienal para apresentar vários modelos novos.

Fabricante de gruas desde 1925, a Manitowoc irá destinar àquele que é o maior encontro mundial de máquinas e equipamentos para as actividades de construção um programa participativo com uma componente histórica centrada na sua experiência industrial. O grupo irá expor sete modelos inteiramente novos e várias gruas das marcas Manitowoc (sobre rastos com lanças tubulares), Grove (autogruas todo-o-terreno AT, fora de estrada RT e industriais YardBoss) e Potain (gruas torre para construção de edifícios e infra-estruturas).

Phillipe Cohet, vice-presidente executivo da Manitowoc Cranes (MC) para a região EMEA (Europa, Médio Oriente e África), afirmou que “a gama de equipamentos que iremos exibir em Munique resulta de fortes investimentos realizados nos últimos anos com o objectivo de criar soluções inovadoras – avançadas tecnologicamente – e incrementar o rendimento, a qualidade e a fiabilidade das gruas que fabricamos”.

“Há cerca de cinco anos iniciámos um vasto projecto de modernização das várias unidades fabris do grupo, focando-nos na implementação de sistemas para controlo de qualidade muito exigentes e nos domínios da investigação e desenvolvimento de novas máquinas”, adiantou o mesmo responsável. “Foi um processo muito intenso para todos nós, mas os resultados alcançados premiaram o esforço das equipas envolvidas. Muitos dos nossos clientes já tiveram a oportunidade conhecer os avanços que introduzimos, tanto no que respeita às fábricas e metodologias que empregam, como em relação às melhorias técnicas operadas nas diversas gamas, mas a bauma 2013 constitui uma excelente oportunidade para demonstrar num alcance global que as mudanças operadas permitem-nos lançar algumas das melhores gruas existentes no mercado da elevação”, sublinhou Phillipe Cohet.

Grua sobre rastos Manitowoc MLC 165 substitui os modelos 777 e 555

Grua sobre rastos Manitowoc MLC 165 substitui os modelos 777 e 555

Manitowoc: Gruas de lança tubular sobre rastos

Um dos sete modelos novos a ser exibidos na feira é o MLC 165, que corresponde a uma grua com 165 toneladas de capacidade cujo lançamento substituirá duas unidades, a Manitowoc 777 e a Manitowoc 555. Móvel por intermédio de rastos e com características de montagem simplificada, a nova Manitowoc MLC 165 adequa-se a um amplo campo de aplicações compreendendo o suporte a equipamentos de cravação de estacas, escavação com baldes de abertura por cabos, manuseamento com pinças, entre muitos outros trabalhos usuais em obras de construção, portos, dragagens e elevação de cargas de um modo geral. A par da versatilidade, a grua possui uma concepção modular que facilita as operações de transporte instalação, desmontagem e assistência, para além de possibilitar múltiplas configurações relativamente a lanças, guinchos e contrapesos.

Potain: Gruas torre

A marca de origem francesa do grupo Manitowoc vai apresentar um novo guincho de elevação que equipará os modelos de gruas torre para grandes altitudes e raios operacionais. Denominado 270 LVF 100, é o guincho com frequência controlada mais poderoso alguma vez fabricado pela Potain e foi concebido para permitir o funcionamento através de diferentes sistemas de alimentação energética.

De acordo com a marca, é um equipamento desenvolvido segundo parâmetros de segurança muito rigorosos, habilitado a suportar condições de laboração extremas no que respeita a ciclos de carga e agressões climatéricas.

Grua automontante para construção civil Potain Igo T 85 A

Grua automontante para construção civil Potain Igo T 85 A

Este guincho de 201 kW será instalado na Potain MD 610, permanecendo ao nível do solo: este novo modelo de grua torre é produzido em duas variantes com capacidades máximas de 25 e 40 toneladas, que incorporam os sistemas que facilitam o transporte, instalação e desmontagem utilizados noutras unidades da Potain.

Outras novidades apresentadas serão as Igo 36 e Igo T85A, gruas automontantes para construção civil, e a MDT 248 pertencente à classe topless produzida pela fábrica francesa.

Grove: Autogruas todo-o-terreno (GMK), fora de estrada (RT) e industriais compactas (YB)

No espaço consignado à marca de autogruas do grupo Manitowoc representada pela empresa Almovi Lda., os visitantes encontrarão vários modelos em première mundial: a All Terrain GMK6400, com 400 toneladas de capacidade máxima, possui agora dispositivos elevatórios inovadores que lhe proporcionam grande autonomia, por exemplo nas operações de montagem de torres eólicas, e incrementos substanciais no poder elevatório (sistema MegaWingLift). Alguns dos desenvolvimentos técnicos que têm contribuído para o êxito alcançado a nível mundial abrangem ainda transmissão híbrida MegaDrive, suspensão hidropneumática regulável MegaTrack, independente nas 12 rodas, ou o módulo computorizado de controlo e supervisão CraneSTAR. Para propulsão e accionamento dos meios elevatórios esta máquina utiliza um motor diesel Mercedes-Benz OM 502 LA, com 8 cilindros e redução catalítica selectiva (AdBlue), debitando 551 cv de potência, conectado ao sistema hidráulico de cinco circuitos e cinco bombas (quatro de êmbolo axial com cilindrada variável e uma de cilindrada fixa).

Sistema MegaWingLift d a autogrua Grove GMK6400 fortaleceu bastante o seu poder elevatório

Sistema MegaWingLift d a autogrua Grove GMK6400 fortaleceu bastante o seu poder elevatório

Autogrua compacta com três eixos, a GMK3060 é essencialmente resultado de um upgrade técnico e tecnológico da GMK3055, que integra a última geração do sistema de controlo MCCS, visando o aumento das forças de elevação, melhorias na manobrabilidade e economia de combustível.

No que respeita ao segmento das gruas fora de estrada (RT – Rough Terrain) a empresa divulga duas novidades: a RT770E dispõe de uma lança telescópica com 42 metros e proporciona uma capacidade máxima de 65 toneladas mantendo os benefícios aliados às aptidões de mobilidade em terrenos acidentados e as dimensões reduzidas tendo em conta a sua performance de carga. Juntamente com este modelo estará a RT550E, que foi objecto de uma modernização generalizada ao nível dos dispositivos de controlo, desenho e funcionalidade da cabina ou também da força disponível.

Para o domínio da elevação e movimentação em actividades industriais, compreendendo sectores como a metalurgia e metalomecânica, parques de reciclagem e inúmeras áreas fabris, a Grove leva a Munique a YB5520, da gama YardBoss, com 18 toneladas de capacidade e suficientemente compacta para laborar em locais onde o espaço e obstáculos limitam as manobras.

“Somos um dos fabricantes de gruas mais antigos do mundo e estamos conscientes dessa responsabilidade e da nossa missão, apostando em lançar no mercado da elevação gruas cada vez mais eficientes, com soluções tecnológicas de vanguarda, durabilidade operacional acrescida e sistemas de segurança optimizados, com o objectivo de garantir aos utilizadores a máxima rentabilidade nas suas operações de elevação”, disse o vice-presidente executivo do grupo para Europa, Médio Oriente e África.

Manitowoc e Shantui unem-se para fabricar gruas sobre camião na China

Manitowoc e Shantui constituem operação conjunta para a China e Ásia

Manitowoc e Shantui constituem operação conjunta para a China e Ásia

As empresas Manitowoc Cranes e Shantui Investment Co. Ltd. estão a constituir uma operação conjunta que irá dedicar-se ao fabrico de gruas sobre camião na China, com o intuito de abastecer o mercado local e toda a região asiática. A nova sociedade denominar-se-á Shantui Manitowoc Crane Company, Ltd. e conjugará as redes de distribuição, assistência técnica e serviços financeiros que ambas as marcas dispõem naquele território e noutros países da Ásia.

Adicionalmente, a vasta rede de agentes implantada pela Shantui irá comercializar as diferentes gamas da marca Grove disponíveis por via de importação.

O presidente e administrador executivo da Manitowoc, Eric Etchart, salientou que “as sinergias resultantes desta união industrial e comercial impulsionarão significativamente os negócios de ambas as empresas. A Shantui é um dos principais fabricantes chineses de máquinas para construção e tenciona reforçar o seu posicionamento no sector da elevação, mais precisamente no segmento das autogruas, que mostra grande dinamismo naquele país. Temos vindo a reforçar a presença das marcas da Manitowoc e chegou agora a altura de avançarmos para esta parceria com a Shantui – uma grande e prestigiada companhia chinesa. O acordo irá dar origem a uma nova estrutura industrial capaz de conquistar uma posição cimeira no mercado chinês, ampliando simultaneamente as vendas dos modelos all terrain (GMK) e rough terrain (RT) da Grove graças à extensa rede comercial da Shantui”.

Inicialmente serão produzidas quatro gruas sobre camião com capacidades de 8 t (modelo GT8), 10 t (GT10), 20 t (GT20) e 25 t (GT25), mas numa fase subsequente, as marcas planeiam expandir as gamas. Para os mercados administrados pela Shantui, as máquinas assumirão a marca Shantui Grove e no caso da Manitowoc, para os países onde irá disponibilizar os mesmos modelos, a designação inverte-se Grove Shantui.