Grupo mineiro Vale (Brasil) coloca duas Hitachi EX8000-6 na sua operação extrativa de Moatize, na província de Tete, em Moçambique.

Com 43 m3 de capacidade do balde, a EX8000-6 é a maior escavadora hidráulica fabricada pela japonesa Hitachi.

Com 43 m3 de capacidade do balde, a EX8000-6 é a maior escavadora hidráulica fabricada pela japonesa Hitachi

Com 43 m3 de capacidade do balde, a EX8000-6 é a maior escavadora hidráulica fabricada pela japonesa Hitachi

A região moçambicana de Tete possui uma das maiores reservas carboníferas mundiais. A Vale obteve a concessão para exploração da mina de Moatize em 2006, tendo iniciado a produção em duas fases após dois e cinco anos consignados a estudos e construção de infra-estruturas industriais, ferrovias e alojamentos.

Sendo hoje uma das maiores mineiras mundiais, a empresa brasileira anunciou que planeia investir em África cerca de 20.000 milhões de dólares até 2015, incluindo esse programa 6.000 milhões de dólares para duplicar a produção de Moatize para mais de 22 milhões de toneladas anuais. Estima-se que esta reserva moçambicana ascenda a 954 milhões de toneladas de carvão.

A frota de grandes escavadoras que a Vale está a utilizar inclui agora cinco das maiores máquinas deste tipo fabricadas mundialmente: as duas Hitachi EX8000-6 adquiridas recentemente juntam-se a três EX5500-6 equipadas com baldes de 34 m3 de capacidade, laborando continuamente sob temperaturas que chegam a ultrapassar os 50 graus

A frota de grandes escavadoras que a Vale está a utilizar inclui agora cinco das maiores máquinas deste tipo fabricadas mundialmente: as duas Hitachi EX8000-6 adquiridas recentemente juntam-se a três EX5500-6 equipadas com baldes de 34 m3 de capacidade, laborando continuamente sob temperaturas que chegam a ultrapassar os 50 graus

A frota de grandes escavadoras que a Vale está a utilizar inclui agora cinco das maiores máquinas deste tipo fabricadas mundialmente: as duas Hitachi EX8000-6 adquiridas recentemente juntam-se a três EX5500-6 equipadas com baldes de 34 m3 de capacidade, laborando continuamente sob temperaturas que chegam a ultrapassar os 50 graus. Está também planeada a compra de mais duas grandes escavadoras hidráulicas da Hitachi que serão eventualmente unidades do modelo EX5500-6 devido à eficiência comprovada nesta exploração e noutras que a empresa detém.

Mário Carpegiane, Supervisor de Manutenção da Vale, explicaria que “temos uma excelente relação com a Hitachi e valorizamos bastante o suporte técnico que nos fornece visto tratar-se de um factor decisivo para a operacionalidade das máquinas e índices produtivos determinados. Como trabalhamos sob condições muito duras, a fiabilidade das escavadoras tem sido posta à prova incessantemente e os resultados positivos fazem com que mantenhamos a nossa aposta na marca japonesa”.