Allison lança nova transmissão automática com tecnologia híbrida

Allison01Integrado inicialmente em autocarros urbanos, o evoluído sistema propulsor expande as aplicações e assegura melhorias significativas na eficiência motriz dos veículos, consumo de combustível e controlo de poluição. A transmissão automática híbrida H3000 começará a equipar camiões de diferentes categorias já no próximo ano. 

Com enfoque na urgência em optimizar a rendibilidade dos meios de transporte pesados de passageiros e mercadorias nos seus diversos âmbitos de utilização – urbano, longo curso e todo-o-terreno –, a Allison Transmission apresentou duas transmissões baseadas na tecnologia de binário contínuo (Continuous Power Technology) cuja comercialização está programada para meados de 2013.

Allison10Designada por H 3000, a transmissão automática híbrida provém da comprovada série 3000, incorpora um gerador de corrente eléctrica e uma bateria modular de lítio, destinando-se a veículos de tonelagens médias e altas.  Desde 2001 que a marca desenvolve este tipo de transmissões automáticas, com tecnologia híbrida, para os transportes urbanos de 230 cidades em todo o mundo, estimando-se que a poupança de combustível obtida tenha já excedido largamente os 100 milhões de litros de gasóleo.

Dependendo das características das operações de transporte e percursos, o maior fabricante mundial de caixas totalmente automáticas anuncia que as diminuições de consumo conseguidas face aos sistemas convencionais poderão situar-se entre 25 e 35% devido ao recurso à energia eléctrica auxiliar da propulsão e ao permanente controlo computorizado de parâmetros.

Projectada com o objectivo de possibilitar aplicações diversificadas por parte dos construtores de meios de transporte rodoviários e fora de estrada, a H3000 é compatível com uma vasta amplitude de valores de binário e potência. A par desta versatilidade de integração, a Allison Transmission definiu um exaustivo programa de ensaios com vista a garantir resistência e robustez efectivas perante circunstâncias operacionais exigentes: deslocação em declives acentuados exigindo esforço motriz extremo durante longos períodos, vibração elevada constante e situações em que os veículos estão sujeitos a impactos fortes, presença de água, poeiras ou diferenças térmicas substanciais.

Allison06A gestão electrónica do sistema de transmissão actua permanentemente no aproveitamento da energia produzida pelo motor, ajustando a força transferida às rodas ou rastos motrizes de acordo com a resistência à progressão avaliada em tempo real – funcionamento reactivo que agora conjugado com a geração simultânea de electricidade minimiza eficientemente perdas energéticas.

Deste modo, apontado como outro benefício conceptual da nova transmissão híbrida relativamente às capacidades de carga, os fabricantes podem incorporar nos veículos motorizações com potências inferiores, por isso mais económicas e emitindo menos gases poluentes, com impactos favoráveis relevantes ao nível dos encargos e da preservação ambiental.

O gerador acoplado à transmissão automática consegue recuperar energia nas travagens, que seria perdida, transformando-a em electricidade armazenada pela bateria de iões de lítio, dirigida à propulsão e ao accionamento de meios auxiliares. Em virtude desta vantagem, para o mesmo rendimento motriz é assim requerida menor aceleração do motor.

Transmissão automática TC10 para camiões tractores

Allison05A nova transmissão TC10 combina suavidade de engrenamento com uma adequação melhorada da força motriz ao peso da carga e às inúmeras variáveis determinantes no aproveitamento optimizado do combustível. Possuindo 10 relações, tem dois veios secundários e activa o conversor de binário apenas no arranque, reduzindo a temperatura e consequentemente as exigências de arrefecimento.

Integra engrenagens helicoidais e uma secção com engrenagens planetárias para duas velocidades, de modo a assegurar um funcionamento preciso, isento de ruído e mudanças sem quaisquer choques, compatibilizando-se especialmente com os motores modernos que disponibilizam binários elevados em baixos regimes.

A transferência contínua de energia elimina o efeito de perda na sobrealimentação do motor que é comum verificar-se nas transmissões manuais ou manuais robotizadas.

Allison04Segundo Lawrence Love, director executivo de marketing da empresa do grupo General Motors, “os testes têm confirmado níveis de economia muito significativos tanto em longas distâncias como nos percursos urbanos em que os veículos estão constantemente sujeitos a paragens e arranques. A TC10 demonstra que alcançámos outro estágio evolutivo nas caixas automáticas para camiões tractores, proporcionando mais benefícios aos fabricantes e melhorias de rentabilidade para os utilizadores”.

Sobre a H3000, o mesmo responsável da Allison destacaria a polivalência: “Com mais de uma década de experiência no desenvolvimento e fabrico de transmissões com tecnologia híbrida, sobretudo para transportes urbanos, chegou a altura de diversificarmos a sua aplicação abrangendo outras áreas do sector dos transportes nas quais o aparecimento da transmissão híbrida terá também uma influência económica e ambiental determinante.”

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>